30

Jun

10

Paredes pintadas

Este videodocumentário é o trabalho de conclusão de curso que Pedro Santos (conhecido como Mi) apresentou nesta terça-feira à banca examinadora do curso de jornalismo da UFSC. Ainda não assisti, mas quem já viu garante que é forte candidato a ganhar muitos prêmios sobre direitos humanos.

Sinopse
Em 1964, um golpe civil-militar inaugurou um período em que o Brasil seria governado pelas Forças Armadas. O documentário “Paredes Pintadas” traz as lembranças de quatro mulheres que lutaram contra o regime. Dulce Maia, Sonia Lafoz, Renata Guerra Andrade e Damáris Lucena foram militantes da organização clandestina Vanguarda Popular Revolucionária (VPR). Hoje, mais de quarenta anos do dia do golpe, elas se lembram do tempo em que o país estava sob o comando dos militares. Mas quando as próprias memórias vêm à tona, existe um passado que insiste em não passar…

Bookmark and Share


2 Responses:

  1. Em 24/08/11, 11:05, Dauro Veras disse:

    Olá, Maricelma. Não conheço o autor. Você pode se informar melhor no Departamento de Jornalismo da UFSC: http://www.jornalismo.ufsc.br

  2. Em 24/08/11, 01:18, maricelma da silva disse:

    Boa noite!

    Gostaria de saber como posso adquirir ou apenas assistir a esse documentário? Você conhece o diretor? Como poderia entrar em contato com ele? Sou pesquisadora e tenho muito interesse nesse material.
    Grata


Comentar: