08

Jun

09

Os homens que não amavam as mulheres

Mikael Blomkvist é jornalista de economia em Estocolmo, quarentão, coproprietário da revista Millenium e especialista em reportagens investigativas sobre crimes financeiros. Lisbeth Salander é uma punk de vinte e poucos anos, exímia hacker, que trabalha como araponga freelancer. Esses dois personagens são protagonistas do primeiro livro da trilogia Millenium, do sueco Stieg Larsson. Os homens que não amavam as mulheres (Companhia das Letras, 2008) é um romance de suspense de qualidade excepcional. Suas 522 páginas conduzem o leitor por uma trama de investigação do desaparecimento de uma adolescente, integrante de uma dinastia industrial sueca, ocorrido em 1966. A missão, que transforma os dois personagens em aliados, é desvendar uma intrincada rede de conexões que envolvem violência contra mulheres, lavagem de dinheiro, conflitos familiares e bizarrices sexuais.

Questões éticas do jornalismo investigativo associadas aos meandros dos crimes financeiros e das novas tecnologias estão na pauta do romance. O principal dilema enfrentado pelo protagonista é: até que ponto uma informação socialmente relevante deve ser levada a público, quando se sabe que essa revelação pode prejudicar a vida de muitas pessoas? Outra questão que ele enfrenta é sobre o uso de práticas ilegais pra levantar informações que vão embasar uma reportagem sobre um criminoso. Lamentavelmente, a trilogia não vai ter continuação. Larsson, um influente jornalista e ativista político sueco, morreu de ataque cardíaco em 2004 aos 50 anos, pouco depois de entregar os originais aos seus editores. A segunda parte da trilogia, A menina que brincava com fogo, foi lançada em português em abril.

Bookmark and Share


3 Responses:

  1. Em 16/05/10, 20:00, Ana Paula disse:

    Legal, gostei da história!!! Tá na lista dos próximos romances pra ler. Abraço!

  2. Em 19/08/09, 18:04, Daniel disse:

    Costumo escolher livros procurando na lista dos mais vendidos e lendo comentários de sites e blogs especializados em literatura. Assim, decidi comprar o primeiro volume desta saga e digo que há muito não lia um romance tão bom, com história original, bem construí­da ao longo do livro, personagens intrigantes, etc. A narrativa nos faz permanecer lendo. Comecei a ler na sexta e terminei no domingo.
    Então pra quem gosta de uma boa leitura com suspense inteligente, não deixe de ler este livro. É realmente muito bom!
    Já li o volume 2 e estou esperando o lançamento, previsto para setembro, do último volume.

  3. Em 08/06/09, 18:27, Regina disse:

    Que bom que gostaste!
    A segunda parte já não é tão boa – apela um pouco pro best-seller.Mas a gente lê num já!
    bj


Comentar: