11

Aug

08

Dia dos Pais

Domingo trivial e aconchegante junto com os meninos, a amada e a sogra. Eles me acordaram com uma lembrancinha – caneca de café e um pão de mel. Arranquei mato, plantei, bebi vinho, comemos, brincamos, rimos, dormimos, tomei banho com eles, vimos a chuva pela janela. Vida.
~
Passamos ao largo do aspecto consumista da data e nos concentramos no melhor da festa: o imenso prazer da convivência cotidiana num dia dedicado ao ócio amoroso – às vezes até o ócio criativo cansa. Saí de casa só uma vez, rapidinho, pra pegar um DVD do Bob Esponja.
~
Miguel, Bruno e eu conversamos bastante com papai por telefone. Papo à toa sobre sapos, cachorros, gatos, natação e fisioterapia, revistas ruins e livros bons, comida, temperaturas no Sul e no Nordeste. Esqueci de lhe perguntar sobre as Olimpíadas. Pra que esgotar o assunto?
~
Ando de coração mole. O texto dela sobre o pai me encheu os olhos d’água. O dele, sobre o dia em que chegou seu filho, me lembrou os nascimentos de meus dois meninos e a mudança radical que isso representou ao dar sentido a tudo.
~
Há duas semanas, a perda que eles tiveram me apertou o coração. Em Il Morto e Lo Straniero, meu amigo lamenta o sogro recém-partido, e como isso o tornou ainda mais estrangeiro em terras italianas. Sofro junto, mesmo que nunca tenha encontrado esse homem especial.
~
Falar em sogros especiais: saudade imensa de meu segundo pai, morto há seis meses. Hoje, debaixo de chuvinha miúda, cavoquei buracos no jardim e no quintal pra plantar palmeiras. Com certeza ele estaria me ajudando e tomaríamos cerveja depois. Estava bem perto, senti.

Bookmark and Share


5 Responses:

  1. Em 11/08/08, 18:09, Dora disse:

    Que bom que curtiu o texto!! Obrigada pelo link :)
    beijos.

  2. Em 11/08/08, 18:09, Dora disse:

    Que bom que curtiu o texto!! Obrigada pelo link :)
    beijos.

  3. Em 11/08/08, 12:59, James Pizarro disse:

    Buenas, tchê !!!
    Estou morando em Canasvieiras, a 30 metros do mar, como sempre planejei a vida inteira. Agora que me aposentei da UFSM, onde dei aulas 40 anos e casei/formei 3 filhos, pude concretizar meu sonho. Sempre adorei SC e esta ilha fantástica. Se a insanidade da construção civil desenfreada não for contida e se o Código Florestal não for respeitado, temo que a ilha esteja totalmente desfigurada e comqualidadede vida zerada daqui a 50 anos. Apesar de ser gaúcho, me disponho a ser aculturado e ser um manezinho adotivo. Mas ao conversar com nativos daqui sinto que a preocupação com a saúde ecológica da ilha parece uma coisa distante, um mero fricote histérico de gaúcho. Ao encontrar teu blog e reconhecer nele sinal devida inteligente na internet, tomei a liberdade de te escrever. Se quiser me visitar,estou aqui :
    http://www.professorpizarro.blogspot.com
    Se tiver paciência e procurar lá dentro do blog, tem um arremedo de currículo onde poderás ver o que fiz e faço e o porquê da minha preocupação.
    Obrigado pela generosidade de me ler.
    Deus te dê glória alta e compreensão entre os homens.
    James Pizarro

  4. Em 11/08/08, 12:59, James Pizarro disse:

    Buenas, tchê !!!
    Estou morando em Canasvieiras, a 30 metros do mar, como sempre planejei a vida inteira. Agora que me aposentei da UFSM, onde dei aulas 40 anos e casei/formei 3 filhos, pude concretizar meu sonho. Sempre adorei SC e esta ilha fantástica. Se a insanidade da construção civil desenfreada não for contida e se o Código Florestal não for respeitado, temo que a ilha esteja totalmente desfigurada e comqualidadede vida zerada daqui a 50 anos. Apesar de ser gaúcho, me disponho a ser aculturado e ser um manezinho adotivo. Mas ao conversar com nativos daqui sinto que a preocupação com a saúde ecológica da ilha parece uma coisa distante, um mero fricote histérico de gaúcho. Ao encontrar teu blog e reconhecer nele sinal devida inteligente na internet, tomei a liberdade de te escrever. Se quiser me visitar,estou aqui :
    http://www.professorpizarro.blogspot.com
    Se tiver paciência e procurar lá dentro do blog, tem um arremedo de currículo onde poderás ver o que fiz e faço e o porquê da minha preocupação.
    Obrigado pela generosidade de me ler.
    Deus te dê glória alta e compreensão entre os homens.
    James Pizarro

  5. Em 11/08/08, 12:57, Ana disse:

    Oh saudade que dói.


Comentar: