Posts com a categoria ‘ostrascoisas’

07

Jul

11

De volta

Ficamos fora do ar desde ontem à noite por causa problemas técnicos insondáveis pra mim, mas que o talentoso @fabricioboppre tirou de letra e acaba de solucionar. Pra quem ainda não conhece, Fabrício é o designer-programador-filósofo que há mais de um ano é meu parceiro numa brincadeira estimulante, sem prazo pra terminar: a construção desta nova versão do blog no WordPress, baseada no conceito estético japonês de wabi-sabi – que, trocando em miúdos, é a aceitação da impermanência. Bola pra frente.

Bookmark and Share


20

Jun

11

Um rio em cima de nós

Nesta palestra realizada em novembro de 2010 durante o TEDxAmazônia, o cientista Antonio Donato Nobre mostra como descobertas recentes comprovam que a Amazônia é fundamental para o equilíbrio do planeta. E que é um universo maravilhoso sobre o qual a ciência ainda conhece muito pouco. Uma grande aula (via Luhk Zeller).

Bookmark and Share


04

May

11

De volta

Depois de uma pausa, este blog retorna aos poucos, sem compromisso com ninguém, nem com temas ou prazos, como sempre. Obrigado por navegar junto com DVeras em Rede.

Bookmark and Share


30

Mar

11

Apertando parafusos

Dia dedicado a fechar a entrega de diversos produtos, complementando a jornada de 15 horas seguidas que rolou ontem. Trabalhei em casa – coisa boa. Nos intervalos, aproveitei pra apertar uns parafusos aqui no blog: estou preenchendo os endereços RSS em um widget que mostra, na barra aí da direita, as atualizações dos blogs listados. Já cheguei na letra F. Nesse recorta e cola, vi que vários blogs super legais estão abandonados e aproveitei pra revisitar alguns por onde eu não passava faz tempo. Há pouco abri uma lata de cerveja pra comemorar o fim de uma etapa importante do projeto em que tou envolvido. Agora, no som, o grande Paulinho da Viola.

Bookmark and Share


05

Jan

11

Dez coisas que NÃO pretendo fazer em 2011

Depois da lista de modestas intenções pra este Ano Novo, vem agora a lista de dez coisas que NÃO pretendo fazer em 2011:

  1. Assinar cheques escrevendo 2010 (o último foi hoje)
  2. Comprar produtos e serviços não solicitados
  3. Tomar tequila
  4. Ficar de ressaca
  5. Perder o sono com o que não merece
  6. Entrar em caverna
  7. Paraquedismo
  8. Lipoaspiração
  9. Pintar o cabelo de acaju
  10. Ver o Fantástico
Bookmark and Share


27

Dec

10

DVeras Awards 2010: software

Poucas surpresas na versão 2010 do DVeras Awards, categoria software. O que não é de se estranhar, considerando que sou bem desligado quanto a lançamentos tecnológicos e pouco invisto na compra de gadgets/widgets – essas listinhas são mais pra me divertir. Ferramentas que eu já conhecia em 2009 se “consagraram” pelo uso. Há algumas novidades nos domínios da Apple, que passei a conhecer melhor.

Trabalho colaborativo/sincronia

Entra ano, sai ano e essas três ferramentas poderosas – todas com versões gratuitas – continuam dando um banho. As duas primeiras, em especial, foram bem úteis em um recente projeto que coordenei. Com o Google Docs, compartilhamos um arquivo de 35 planilhas para edição por mais de 30 pessoas e o resultado nos poupou tempo precioso. O Dropbox é perfeito pra garantir um bom fluxo de trabalho entre diferentes pessoas e micros sem risco de perda de arquivos ou troca de versões. Já o Evernote – pelo menos na sua versão free, a que uso – serve pra anotações pessoais de todo tipo (texto, fotos, áudio…), sincronizadas entre computadores e celular. Uma espécie de upgrade na memória, como já comentei. A versão paga permite compartilhar arquivos, mas ainda não cheguei lá. Empate técnico, DVeras Awards para os três.

Rede social

Em 2010, passei ao largo das novidades e me concentrei mais no uso dessas três redes que eu já conhecia e usava antes. Até testei umas coisas, mas nada com diferencial surpreendente. A integração entre diferentes serviços é um ponto forte dessas três redes. Ao blipar uma música, ela vai direto pro twitter. E ao tuitar, o tuíte vai direto pro Facebook. Três registros sobre #fail: 1. Meu Orkut continua largado às traças, mas resisto em cometer orkuticício e mantenho meu perfil lá. 2. Tenho perfil no LinkedIn, mas para mim é irrelevante; e 3. Praticamente abandonei o Google Reader. A cada vez que acesso e vejo mais de mil itens esperando minha leitura, dá vontade de desligar o computador e pegar um bom livro. Bom, o vencedor desta categoria é…adivinha? Twitter. Este ano, tuitando, reencontrei velhos amigos e tive a chance de conhecer muita gente boa, alguns presencialmente.

Ferramenta para twitter

No smartphone, testei o Peep e em seguida o Seesmic. O Peep dá conta do recado (também funciona pra videochat no Facebook), mas gostei mais do segundo. Quanto ao Tweetdeck, continua campeão no gerenciamento de tweets no computador, com suas colunas que permitem organizar a aparente bagunça e priorizar aquilo que mais interessa.

Utilitários para Mac

  • Transmission
  • Photo Booth
  • Quicksilver

Este ano troquei o PC por um MacBook. Foi preciso aprender um monte de coisa nova, mas a curva de aprendizagem é rápida, especialmente quando a gente conta com a ajuda dos amigos. Esses três programinhas me chamaram a atenção. O Transmission é um bom gerenciador de torrents, fácil de usar. O Photo Booth é uma cabina virtual de fotos. Miguel, Bruno e eu demos boas risadas usando recursos pra distorcer as imagens (talvez se encaixasse melhor na categoria “inutilitário”). E o Quicksilver, indicado pelo Fabrício Boppré, encurta caminhos para localizar qualquer coisa no micro e acionar atalhos de ações usando o teclado. Ainda não uso nem um terço dos seus recursos, mas ele conquistou com mérito o DVeras Awards de utilitários para Mac.

Menção honrosa

  • Android. Conheci há poucas semanas o sistema operacional Google para celulares. Bem bom – considerando que o meu anterior era o horrendo Windows Mobile 6.0. O melhor de tudo é sincronizar a Google Agenda e os contatos do Gmail com o telefone.
Bookmark and Share


26

Dec

10

modestas intenções 2.011

Seguindo a tradição deste blog, em vez da Lista de Resoluções, aí vai a minha lista de modestas intenções, versão 2.011.

1. Regar
Alimentar a boa relação com os amados, a relação com o próprio corpinho de quase 4.5 e com o espírito. Tudo isso frutifica.

2. Mais sol, pé descalço e água corrente, menos ar condicionado, sapato e cafezinho
Sinônimo de “cuidar da sanidade”. Factível, embora em certas horas pareça um sonho utópico.

3. Continuar lendo histórias pros meninos
As aventuras do Pequeno Nicolau têm sido um prazer tão grande quanto foram as da turma do Sítio do Picapau Amarelo.

4. Ir mais ao cinema
Sentindo falta das salas escuras. E Floripa tá melhorando, com novos espaços que a gente precisa valorizar. Tem uns dez filmes que tou louco pra ver.

5. Ir à oftalmologista
Preciso checar o grau. E fazer um par de óculos reserva, uma das providências básicas de quem passou dos 40 e não quer correr certos riscos. Como o de ficar impedido de ler, por exemplo.

6. Redescobrir minha biblioteca
Bem ali há um tesouro em livros não lidos ou parcialmente (parei Os Sertões na parte 1, e dizem que a história começa a melhorar a partir daí).

7. Acertar as contas com meus arquivos e tralhas
Tenho muitas ideias com pontas soltas ou que precisam de uma mexida pra fermentar. E também uma carrada de MB dispensáveis nos HDs, que podem ser deletados ou movidos pro web-baú. O que me lembra que há no quintal um depósito cheio de coisas “a circular”, e gavetas a esvaziar em casa. Bom, vamos por partes, o ano tem 12 meses…

8. Redescobrir um velho prazer
É de fotografia que tou falando.

9. Ver mais longe
Quem vê mais longe enxerga a uma grande distância. E quem olha aonde pisa não pisa onde não vê. Então, parece que o segredo é fazer bem as duas coisas ao mesmo tempo. Improvisar enquanto segue o plano.

10. Tomar mais banho de mar e de cachoeira

11. Viajar leve

Bookmark and Share


26

Nov

10

Lagoa do Peri

Lagoa do Peri
Bruno na Lagoa do Peri, um pequeno paraíso não muito longe aqui de casa.

Bookmark and Share


20

Aug

10

O presente

A vida me deu um pequeno lembrete no início da tarde de ontem: o de viver o presente por completo. Eu tava dando marcha à ré depois de deixar os meninos na escola quando meu carro deu uma “beliscada” no paralamas do carro da mãe de um colega do Miguel. Isso não me acontecia há anos – de fato, em todo o tempo que dirijo, deve ter ocorrido só duas ou três vezes. Por sorte, foi dano mínimo, alguns arranhões que o funileiro vai fazer desaparecer sem grande trabalho. Meu primeiro sentimento foi de auto-recriminação. A frente da escola é um local movimentado e sempre tenho o maior cuidado ao manobrar ali, faço tudo em câmera lenta. Depois, respirei aliviado. E procurei examinar melhor como aquilo tinha acontecido. No momento em que eu manobrava, minha mente estava meia hora no futuro, quando devia estar 100% ali.

Bookmark and Share


18

Aug

10

O porco vai a Joinville

Rótulo do DVD Espírito de Porco. Arte: João ZanattaNo dia 29 de agosto, Espírito de Porco vai ser exibido na Mostra Cine Vídeo Joinville 2 (27 a 29 no Teatro Juarez Machado). Chico Faganello e eu vamos lá debater com o público. Pra quem ainda não viu: é um média-metragem de 52 minutos que trata dos impactos sociais e ambientais provocados pela suinocultura industrial no Oeste de Santa Catarina. O narrador do documentário é um porco, interpretado pelo ator Renato Turnes. Mais aqui no blog do porco.

O DVD do filme pode ser encomendado aqui por R$ 15, mais barato que feijoada light.

Bookmark and Share